25.3.11

UMA PERFEIÇÃO DE CÃO

Conheci um cão
Que falava
Que escutava
Que cantava
Que brincava
Que ladrava
Que fazia o pino
E que era um grande dançarino.


Que jogava à bola
Que perdia
Que ganhava.
Que estudava
E que andava
Comigo na escola.


E que tal?
Era ou não
Uma perfeição de cão?


Não acreditam?
Fazem mal.
Era um cão
De imaginação...



Maria Cândida Mendonça, O Livro do Faz-de-Conta

1 comentário:

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Pedido
Sei que você era fã da Gerana, do "Leitora Crítica". Eu e a Betina Moares, estamos fazendo uma campanha pra ela retornar. Entre no meu blog e engrosse essa bronca.
Conto com vc.